Brigada das Missões comemora 25 anos de proteção a Amazônia

Source: Republic of Brazil 2

Tefé (AM), 10/11/2018 – Responsável por uma área de 466 mil quilômetros quadrados, a 16ª Brigada de Infantaria de Selva (Bda Inf Sl), Brigada das Missões, reforça a presença do Estado brasileiro na região amazônica.
A unidade militar possui funções como as de resguardar a fronteira, combater agressões ao meio ambiente, coibir o narcotráfico, o contrabando e o garimpo clandestinos.Na manhã da sexta (9), o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, presidiu a cerimônia realizada em comemoração aos 25 anos de instalação da 16ª Bda Inf Sl na cidade de Tefé (AM) e aos 47 anos de criação da Brigada das Missões.
A Oração do Guerreiro de Selva é entoada por todas as organizações militares de Selva do Exército BrasileiroNa chegada, o ministro Silva e Luna passou em revista da tropa, protocolo militar que faz parte do cerimonial da guarda de honra.
Em seguida, sob forte chuva teve início a cerimônia e o coronel Pablo Roberto Macário realizou a apresentação da tropa.
Ao lado de ex-comandantes da Brigada, o ministro Silva e Luna recebeu honras militares e acompanhou a proclamação da oração do Guerreiro de Selva, texto de autoria do tenente Humberto Batista Leal, feito para homenagear o espírito do soldado da Amazônia.
Ex-comandante daquela unidade militar, no período de 2002 a 2004, o ministro da Defesa relatou estar feliz por retornar à organização e encontrá-la melhor. “É um sentimento de emoção e, neste momento, passa um filme em nossa cabeça. Fico feliz porque mudou para melhor”, elogiou.
Em discurso, Silva e Luna ressaltou a importância da 16ª Bda Inf Sl para um país com dimensões continentais como o Brasil. “Lembro que o nosso país é um continente, em termos de fronteira terrestre são 17 mil quilômetros. Então, precisamos de uma brigada preposicionada, pronta para ser empregada em curto prazo “destacou.
Em sua fala, o ministro Silva e Luna elogiou o nível operacional da organização militar e a quantidade de apreensões realizadas ao longo deste ano.
De janeiro até agora, a 16ª Bda Inf Sl realizou apreensão de quase seis toneladas de drogas, segundo informações da unidade.
“Essa Brigada foi instalada em Tefé dentro de um planejamento estratégico do Exército. A última brigada a ser implantada na Amazônia foi a 22ª Brigada de Infantaria de Selva, no Amapá. Com isso, o Exército considera que já articulou todos seus meios para proteger o território brasileiro”, disse o ministro.
O comandante da 16ª Bda Inf Sl, general Cristiano Pinto Sampaio, agradeceu a presença dos colegas que estiveram à frente da organização militar no passado e a dedicação de cada um deles. “Os senhores trouxeram de todas as partes do país não somente a experiência profissional, mas também suas famílias, talvez a maior fortaleza de um soldado que serve na Amazônia” ponderou.
O general Pinto Sampaio explicou que a brigada situa-se em uma localização estratégica, no Médio e Alto Solimões, para onde convergem os rios mais importantes da região amazônica, condição fundamental para manutenção da integridade de comunidades indígenas e cidades vizinhas.
Ainda como parte das comemorações, foi inaugurado um espaço cultural dentro das instalações da 16ª Bda Inf Sl. No local, há exibição de documentos e revistas com a história da organização militar. Também estão expostos quadros dos patronos do Exército como Sampaio, Mallet, Villagran Cabrita e Marechal Rondon.
O espaço foi aberto em homenagem ao primeiro comandante da 16ª Bda Inf Sl, general Geraldo Luiz Nery da Silva.
Integram a 16ª Brigada de Infantaria de Selva os Pelotões Especiais de Fronteira: Palmeiras do Javari, Ipiranga, Vila Bittencourt e Estirão do Equador.
Estiveram presentes na solenidade os ex-comandantes da 16ª Bda Inf Sl, generais: Cesar Augusto Nardi de Sousa, comandante militar da Amazônia; Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, comandante militar do Norte; Carlos Alberto Mansur, comandante da 12a Região Militar; Renato Joaquim Ferrarezi; Carlos Roberto Peixoto, assessor especial do GSI; Racine Bezerra Lima Filho, assessor especial do comandante Logístico do Exército e Edson Skóra Rósty; entre outras autoridades militares e civis.
Por Lane Barreto
Fotos: Tereza Sobreira/MD
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)Ministério da Defesa(61) 3312-4071

MIL OSI