Loading…
You are here:  Home  >  MIL OSI  >  Brazil  >  Current Article

Intercâmbio Brasil-Chile em Ajuda Humanitária

Published By   /   October 12, 2018  /   Comments Off on Intercâmbio Brasil-Chile em Ajuda Humanitária

Source: Republic of Brazil 2

Brasília 11/10/2018 – O Ministério da Defesa, por meio da Subchefia de Operações, promove, até amanhã (12), visita de intercâmbio Brasil-Chile para tratar sobre assistência humanitária internacional e apoio à Defesa Civil.
Desde terça-feira (9), dois representantes do Estado-Maior das Forças Armadas chilenas participam de palestras e visitas a unidades militares em Brasília. A comitiva é composta pelo coronel Sergio Torres Brown e o tenente Carlos Espinosa Ayala.
À esquerda, tenente Ayala e coronel Torres. Ao centro, comandante Marinho explica capacidades das Forças em ações de ajuda humanitáriaA recepção ocorreu segunda-feira (8) com as boas-vindas dos militares da Subchefia de Operações, no Ministério da Defesa, e apresentação de palestra que abordou as capacidades das Forças Armadas brasileiras em ações de ajuda humanitária.
“É uma satisfação recebê-los aqui e poder trocar experiências sobre o trabalho que realizamos”, disse o chefe da Seção de Operações Complementares do Ministério da Defesa, comandante Marinho de Carvalho Sobrinho.
No início da apresentação, o comandante Marinho lembrou o longo período de amizade entre os dois países, apesar deles não possuírem fronteiras terrestres.
Os militares chilenos foram informados sobre como funciona o sistema para o emprego de tropas em ajuda humanitária internacional, em situações de desastre, no Brasil.
Na ocasião, também foram apresentadas capacidades de nossas Forças como em missões de assistência hospitalar, desinfecção e desinstalação, evacuação aeromédica, transporte de carga e de pessoal e combate a incêndio.
O coronel chileno Sergio Torres Brown ressaltou que os países da América Latina têm problemas semelhantes, daí a importância desse tipo de intercâmbio para aprender a atuar de forma mais rápida quando é necessário salvar vidas.
Ele explicou como funciona o sistema de coordenação de emergências de seu país. No Chile, as demandas regionais e nacionais são centralizadas num único setor, o que facilita o comando e a coordenação de crises.
As diferentes formas das Forças Armadas cooperarem com órgãos governamentais e não governamentais na mitigação de consequências dos fenômenos extremos foram debatidas pelos militares dos dois países. Na reunião, foram analisadas possíveis soluções para otimizar o atendimento à população e diminuir riscos ao meio ambiente.
Ao falar sobre as dificuldades vivenciadas pela população, o comandante Marinho explicou aos colegas chilenos que, no Brasil, geralmente, as Forças Armadas são as primeiras instituições procuradas em situações de emergência. Ele destacou que isso ocorre devido ao grande número de unidades militares espalhadas pelo país.
O comandante Marinho informou que a maior atuação de Defesa Civil no Brasil ocorre por meio da Operação Carro Pipa, uma ação de assistência humanitária para o fornecimento de água tratada à população do Norte do país.
A ação é realizada pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, em parceria com o Ministério da Defesa, representado pelo Comando de Operações Terrestres (Coter).
Por Lane Barreto
Foto: Alexandre Manfrim /MDAssessoria de Comunicação Social (ASCOM)Ministério da Defesa61 3312-4071

MIL OSI

    Print       Email