Loading…
You are here:  Home  >  MIL OSI  >  Current Article

Obras rodoviárias avançam no IC1 para garantir mobilidade e segurança Vai ser feita a requalificação do IC1 entre Alcácer do Sal e Grândola e a repavimentação do troço a sul de Grândola

Published By   /   September 13, 2018  /   Comments Off on Obras rodoviárias avançam no IC1 para garantir mobilidade e segurança Vai ser feita a requalificação do IC1 entre Alcácer do Sal e Grândola e a repavimentação do troço a sul de Grândola

MIL OSI

A requalificação do IC1, entre Alcácer do Sal e Grândola, fundamental para melhorar a mobilidade e segurança das populações, deverá estar concluída antes do próximo verão, afirmou o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

«Ouvimos e compreendemos as populações sobre a necessidade de realização desta obra. Esta obra era necessária há muito tempo», disse o Ministro, na cerimónia de consignação da obra, em Grândola. 

«Foi parte de uma concessão rodoviária, mas, por uma opção política anterior, deixou de integrar essa concessão rodoviária e ficou numa espécie de limbo, nem era feita pela concessionária, nem podia ser feita por nós, pelas Infraestruturas de Portugal (IP) enquanto não se concluísse a renegociação dessa concessão rodoviária», disse ainda Pedro Marques.

4,6 milhões de euros de investimento

A requalificação do Itinerário Complementar 1 (IC1) é investimento de 4,6 milhões de euros, que prevê a melhoria de um troço de 13 quilómetros entre Alcácer do Sal e Grândola.

«Hoje consignamos uma obra de 4,6 milhões de euros de investimento global, mas temos também um investimento de 600 mil euros para fazer toda a pavimentação dos cerca de 27 quilómetros a sul deste troço, que também estava necessitado de uma intervenção adicional», afirmou. 

«Muitas das deficiências que estão identificadas no troço mais a sul, as mais críticas, evidentemente, vão também ser recuperadas», acrescentou Pedro Marques. 

O presidente da Câmara de Alcácer do Sal, Vítor Proença, congratulou-se com o arranque das obras de requalificação da ligação do IC1 a Grândola, mas realçou que há outras estradas do litoral alentejano que necessitam de intervenção.

Ferrovia para ligar Sines à fronteira

Pedro Marques reafirmou que, a par do investimento nas infraestruturas rodoviárias, o Governo está também a concretizar aquele que será o maior investimento na ferrovia dos últimos 100 anos em Portugal, a ligação entre Sines e Espanha.

«Por um lado, há intervenções rodoviárias que têm de ser feitas para garantir a segurança das populações e a mobilidade, mas há também o investimento estratégico na ferrovia – que, para nós, é o investimento para a ligação dos portos do sul, em particular do porto de Sines, a Espanha e à Europa», declarou.

Na sessão participaram os presidentes das câmaras de Grândola e Alcácer do Sal e o presidente da Infraestruturas de Portugal.

    Print       Email